Top Social

Batalha: Cleansing Oil X Cleansing Serum, Bioré

17 março 2020

Na minha rotina de beleza, o cleansing oil mudou totalmente minha vida, e quando digo isso, é que mudou pra melhor. Quando a Lola me dizia o quão bom e eficaz era esse tipo de produto, eu imaginava que ela tinha razão, mas pra saber mesmo, só usando. Então depois de resenhar o Cleansing Oil da Bioré e encher ele de elogios, quis comprar o Cleansing Serum da mesma marca, pra testar.

A proposta é exatamente a mesma: óleo demaquilante. A forma de usar também é igual. Aplicar o produto nas mãos, espalhar, colocar sobre o rosto seco, e massagear até remover a maquiagem. Depois, molhar as pontas dos dedos, e seguir espalhando pra emulsionar o produto.

Mas se eles servem pra mesma coisa, qual escolher na hora de comprar?


As embalagens são parecidas, só mudam a cor, assim como os tamanhos: dá pra encontrar o grande de 230ml e o pequeno de 150ml. Ambos, comprei na Drogaraia. Os valores também são os mesmos. A versão maior R$ 73,99 e a menor R$ 62,99.

Nas fotos da resenha do Cleansing Oil, mostrei como era o seu desempenho demaquilando a pele. O Serum remove com a mesma eficácia, possui a mesma textura oleosa, e limpa a pele com a mesma delicadeza. Ou seja, é igualmente excelente. Bom, até agora parece o mesmo produto, né?! Eu, inclusive, demorei um pouquinho pra perceber a diferença entre eles, mas ela existe e em praticamente todos os pontos (que são poucos) em que os dois diferem, o Serum sai perdendo.

Percebi que pra remover maquiagens mais pesadas (sombras mais pigmentadas, máscara de cílios a prova d'água), eu preciso de uma maior quantidade do Serum pra ficar com o rosto totalmente limpo, do que precisaria se usasse a versão Oil. Ou seja, mesmo conseguindo a limpeza completa, preciso de bem mais produto.

Outro ponto que chamou minha atenção, é que caso eu não tenha um gel/sabonete no momento pra finalizar a limpeza - a chamada double cleansing - tudo bem, pois a pele do rosto não fica oleosa ou com resquício de produto, mas as mãos ficam. Sinto que, se as minhas mãos não entram em contato com um sabonete ou gel de limpeza, depois de usar o serum, fica uma sensação meio peguenta em algumas partes da mão.

O único quesito que o Serum é melhor do que o Oil, é na fragrância. Enquanto o Oil possui um cheiro enjoadinho que lembra xarope infantil, o Serum possui um perfuminho agradável, parecido com um shampoo. Claro que na verdade, eu iria preferir mesmo, é que ambos não tivessem fragrância,

Resumo: Sim, a diferença entre os dois é muito sutil, mas na hora de optar por um ou pelo outro, eu escolheria aquele que rende mais. Até porque, não é um produto super baratinho, mas que na minha rotina de beleza pelo menos, faz uma grande diferença. Então, escolho pelo custo benefício.

Sigo sendo uma fã de carteirinha dos demaquilantes cleansing oil, e acho que só voltaria a comprar o Serum novamente, na falta do Oil. Ou seja, melhor o Serum, do que ficar sem cleansing.

Composição do Cleansing Serum


Composição do Cleansing Oil


E vocês, já testaram algum desses dois?




2 comentários on "Batalha: Cleansing Oil X Cleansing Serum, Bioré"
  1. Felizmente nenhum dele ardeu seus olhos amiga? Sabe se existe essa reclamação? Enfim, eu achava q o oil q deveria ser mais difícil de retirar... Mas estava errada! Hahahah
    Bom saber. ❤️

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post, estava procurando essa recomendação. Vou comprar o Oil!

    ResponderExcluir