Top Social

Rainhas dos Livros: Um amor chamado Sophie Kinsella

07 abril 2019

A primeira vez que vi um livro da Sophie foi durante uma ida na biblioteca que tinha perto da nossa casa, e que estávamos sempre pegando livros emprestados. Era lá em meados de 2008, encontrei Os Delírios de Consumo de Becky Bloom na prateleira e como me identifiquei superficialmente com a personagem (afinal, sou um pouquinho consumista), levei pra casa. Dá pra dizer que o devorei, me diverti, dei muitas gargalhadas e indiquei pra Lola que gostou bastante. Dei sorte e os Delírios de Consumo de Becky Bloom na 5ª Avenida estava lá disponível na biblioteca também! Não foi nenhuma surpresa quando finalizei a leitura e adorei. Tive uma experiência igualmente super agradável e logo me vi apegada à essa personagem atrapalhada, consumista e engraçada.

Fiquei curiosa pra ler outros livros da autora, afinal, queria saber se eram histórias tão boas quanto as aventuras de Becky. O primeiro livro que li foi Samantha Sweet - Executiva do Lar, emprestado de uma amiga. E teve o mesmo clima, com essa escrita leve, despretensiosa, mas que não é boba ou previsível. Acho que por isso que me encantei tanto por Sophie Kinsella. Mesmo com personagens diferentes e desfechos também diferentes - embora sempre tenha um romance envolvido - ela mantém a qualidade daquilo que escreve. 

Madeleine, que optou por usar Sophie como pseudônimo pra publicar os livros da série Becky Bloom, já havia escrito outros livros usando sua real identidade, são 7, sendo 3 deles lançados aqui no Brasil. Ela é jornalista, mora em Londres e ficou mundialmente conhecida depois que o primeiro livro da Becky foi adaptado para o cinema. É um filme engraçado, mas nem se compara com o livro que é infinitamente melhor! A série Becky Bloom contém atualmente 8 volumes, sendo que já li 5 deles - e amei todos. O volume 9 está em pré venda na Europa e América do Norte com o título "Christmas Shopaholic", e já estou louca pra saber quando ele chegará por aqui e qual será a tradução que farão!

Além desses, li também Menina de Vinte, que é por enquanto o meu queridinho. Não consigo dizer que tenho um estilo favorito de leitura, depende muito da história, do contexto. Posso facilmente me apegar a um suspense, ou há algum que aborde temas mais complexos como política, por exemplo. Sou super eclética quanto a isso! A única coisa que procuro, é alternar livros mais densos, com livros mais descontraídos, pra que a leitura nunca fique cansativa ou se torne óbvia. E, pra esses momentos que quero algo leve e divertido, as obras de Sophie Kinsella têm sido excelentes! No site oficial dela, tem informações sobre sua carreira e seus próximos lançamentos.


Livros da autora, publicados no Brasil:

Becky Bloom:

- Os Delírios de Consumo de Becky Bloom 
- Becky Bloom - Delírios de Consumo na 5ª Avenida
- As Listas de Casamento de Becky Bloom 
- A Irmã de Becky Bloom 
- O Chá-de-Bebê de Becky Bloom
- Mini Becky Bloom: Tal Mãe, Tal Filha 
- Becky Bloom em Hollywood  
- Becky Bloom ao Resgate 


Outros:

Louca para Casar (Como Madeleine Wickham)
Drinques Para Três (Como Madeleine Wickham)
Quem vai dormir com quem? (Como Madeleine Wickham)
O Segredo de Emma Corrigan 
Samantha Sweet, Executiva do Lar 
Lembra de mim? 
Menina de Vinte 
Fiquei com o seu número 
Lua de mel
Minha vida (não tão) perfeita 
Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre? 
À Procura de Audrey 


Você já leu algum livro da Sophie Kinsella?


2 comentários on "Rainhas dos Livros: Um amor chamado Sophie Kinsella"
  1. Eu amo amo a Sophie! Leve e envolvente. Como assim vc não leu "Fiquei com o seu numero"? Ele é tão divertido quanto. Fica a dica .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha não li ainda! Tô louca pra ler os que faltam! Beijos.

      Excluir