Top Social

Os Melhores Livros do Ano ... Até Agora

09 agosto 2018

Hoje tô aqui pra falar de um assunto que eu AMO: livros!! Uma das minhas metas para 2018 é ler 24 livros, até agora já foram 16, aí resolvi compartilhar com vocês os 6 melhores até agora.
                                                  

- Só Garotos, Patti Smith: essa é uma biografia que conta a história do relacionamento da própria Patti com Robert Mapplethorpe, ambos artistas na Nova York do final dos anos 1960. Patti nasceu em uma família humilde e sempre sonhou em ser artista, saiu de New Jersey e foi viver na efervescente NYC, lá conheceu Robert que nasceu em berço de ouro, mas abandonou tudo pra ir em busca de seu sonho. Juntos viveram mil aventuras, chegaram até a dividir um quarto no famoso Chelsea Hotel. Muitos outros artistas cruzaram seus caminhos, de Janis Joplin a Andy Warhol. É uma história de amor, amizade e muita superação. Amei muito o livro, Patti narra a história de um jeito doce, e próximo, que me fez chorar. Recomendo demais. 


- Baseado em Fatos Reais, Delphine De Vigan: esse é um dos livros mais malucos que já li, a história é contada por Delphine, só que não conseguimos saber se ela realmente aconteceu, se é só baseado em fatos reais, ou se é pura ficção. Pois sendo narrado pela personagem que também é escritora e tem o mesmo nome da autora do livro, confunde e é justamente isso que faz o livro ser inteligente. É um suspense psicológico, onde Delphine encontra uma fã que a faz questionar sua vida e sua sanidade. No meio da fragilidade em que se encontra ela se deixa levar e isso pode custar sua vida. Uma baita história que virou filme, que eu não vi, então não sei dizer se é tão bom quanto o livro (o que sempre acho difícil). Como sempre, recomendo ler e depois assistir. 


- Flores Partidas - Karin Slaughter: esse livro pertence a minha categoria FAVORITA de livros, o suspense. Mas não qualquer suspense, o que eu gosto é aquele cheio de crime, mistérios e intrigas. Nesse livro tem muito de tudo isso, é uma história bem forte, pesada mesmo. Claire é casada, rica, linda e muito invejada, mas um belo dia seu marido é assassinado e tudo o que ela acreditava cai por terra. É surpresa atrás de surpresa, e ela se vê obrigada a ir atrás de respostas. No meio disso ainda tem Lydia, sua irmã que ela não vê a anos, desde que Lydia acusou o marido de Claire de tentar estuprar-la. Devorei esse livro, e até chorei no final. Vale a leitura. 


- Sejamos Todos Feministas, Chimamanda Ngozi Adichie: esse livro deveria ser distribuído nos sinais, nas escolas, na padaria, nos supermercados e por aí vai. Adaptado de um TEDx em que Chimamanda falou, esse livro de leitura fácil, é um manifesto mostrando o porque todos temos que ser feministas. Com linguagem clara e acessível, como uma conversa entra amigas, a autora conta experiências pessoais e como é ser mulher na Nigéria. É um livro fino, de poucas páginas, mas que vai te tocar como poucos livros na vida. 


- O Segredo do Meu Marido, Liane Moriarty: indiquei esse livro semana passada o stories (@rainhasdapechincha), e agora indico mais uma vez, porque realmente eu gostei MUITO! Autora do livro que deu origem a série Big Little Lies, Liane é uma grande contadora de histórias onde as personagens femininas são as protagonistas. Nesse livro conhecemos a história de Cecilia, que um dia encontra uma carta escrita a muitos anos pelo marido, na carta endereçada a ela está escrito que ela só poderá abrir após a morte dele. Morta de curiosidade, Cecilia começa a pensar em milhões de possibilidades e não consegue parar de pensar na carta. Além de Cecilia, ainda podemos acompanhar a história de Tess, que acabou de receber uma notícia que abalou a sua vida, e Rachel uma senhora que vive atormentada com a perda da filha. Mais um livro que eu devorei, e que me deixou morrendo de vontade de ler outras coisas da autora. 



- O Ano em Que Disse Sim, Shonda Rhimes: se você é adicct de séries, já reconheceu o nome da autora desse livro, Shonda criadora de séries como Scandal e Grey's Anatomy conta nesse livro a experiência de ficar um ano dizendo sim para todas as coisas que lhe davam medo, e o quanto libertador foi isso. Eu geralmente não gosto de livros de auto ajuda, mas esse é MUITO bom, ela escreve de forma leve e descontraída, como uma conversa entre amigas. E vai dando várias boas chacoalhadas na gente, chacoalhadas que ela também precisou levar e que a fizeram mudar e ser mais feliz. 

Ficou interessada em algum desses livros? Ou tem algum outro que você quer MUITO, se liga na dica: entra no Cupom Válido que tem desconto MARA pra comprar na Saraiva, na Livraria Cultura, na Fnac, na Amazon. E em mais um MONTÃO de outras lojas, afinal desconto a gente quer pra tudo né? Não só pra livros. Falou em economia e desconto, falou em Rainhas da Pechincha. 

Tem alguma dica de livro bacana pra eu incluir no meu ano de leitura? Conta aqui nos comentários!


Seja o primeiro a comentar:
Postar um comentário